Inscreve-te como Dador de Medula Óssea

Principais Condições para seres Dador:
- Ter entre 18 e 45 Anos /Peso mínimo de 50Kg /Ser saudável/ Nunca ter recebido transfusões
O que se faz na incrição de Dador:
- Apresentar B.I/cartão de Cidadão/Preencher formulário disponível no local/Pequena colheita de sangue (20ml)
Nota: Não necessitas de estar em jejum
Locais onde podes doar:
CENTRO DE HISTOCOMPATIBILIDADE DO NORTE
(2ª a 6ª feira das 9h às 17h30,sem interrupção de hora de almoço)
R. Dr. Roberto Frias (Pavilhão Maria Fernanda)
4200-467 Porto /Tlf. 22 557 34 70
CENTRO DE HISTOCOMPATIBILIDADE DO SUL
(2ª a 5ªfeira das 8h às 16 horas, 6ªfeira das 8h às 15 horas)
Alameda das Linhas de Torres, 117
1769-001 Lisboa / Tlf. 21 750 41 00
CENTRO DE HISTOCOMPATIBILIDADE DO CENTRO
Praceta Professor Mota Pinto, Apartado 9041
3001-301 Coimbra / Tlf. 23 948 07 00
Para mais informações, podes enviar um email para: carmenzitapine@hotmail.com

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

3 meses...90 dias!

3 MESES... 90 DIAS! 

É uma data que marca todas as nossas diferenças, Princesa.
Algumas vezes conseguimos os sorrisos, sempre que encontramos, aqui e ali, os pequenos sinais que acreditamos nos mandas, para ajudar a aliviar este nosso sem d

estino.
Outras (muitas) conseguimos apenas a tristeza, pelo tempo demasiado curto que nos deram.


Faz hoje 3 meses. 90 dias. É uma data. Mas passarão 3 anos, 3 séculos, 90 milhões de anos.
Serão todos os dias e todas as noites. Serão todos os segundos, todos os minutos, todos os momentos, mesmo os mais pequeninos.
Passará este mundo, outro novo virá, viveremos em Marte ou na Lua, mas nunca nos esqueceremos de ti... ♥

domingo, 4 de novembro de 2012

3Nov.2012 - 2 meses se passaram...

Às vezes

 
Às vezes
Quando a lágrima espreita
Lá dentro do meu coração,
Fecho os olhos num repente,
E faço o possível por recordar
Tudo o que partilhei contigo.

Às vezes
Quando o corpo se deita,
E se espreguiça na solidão
Que nos invade a mente,
Tento de imediato me embrulhar
No teu abraço tão terno e amigo.

Às vezes
Quando a angústia mais forte
Sobe lá do fundo cá para cima,
Olho para uma tua fotografia
E imagino-te à minha frente
Dizendo-me: não fiques assim.

Às vezes
Quando parece que a sorte
Nos abandonou, e o clima
Vai piorando ao longo do dia,
Sinto o beijo que avidamente
Eu te pedia dia sim, dia sim.

Às vezes
Quando o nosso olhar se turba
Com nuvens negras do presente,
Tento ver o Sol do passado,
O que junto de ti parecia ter
Outra côr, um brilho diferente.

Às vezes
Quando o silêncio perturba,
E todo o mal que se sente
Parece ainda mais pesado,
Recordo a tua maneira de ser,
Que foi incentivo pra tanta gente.

Às vezes
Quando a mão se estende
Para este gigantesco vazio
Com que a vida se encheu,
Lembro tudo o que passaste,
Sempre cum sorriso a brilhar.

Às vezes
Quando já nada se entende,
E o nosso corpo treme de frio
Só de abraçar algo que era teu,
Agarro-me às asas que ganhaste,
E vou por aí contigo passear.

 De todos nós para ti,
aos 3 de Novembro de 2012

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Halloween sem a Princesa...

Hoje celebra-se mais um dia festivo que a nossa Princesa tanto adorava: o Halloween! 

E como tu gostavas de enfeitar toda a casa, com aboboras, fantasminhas, morcegos...pregar alguns sustos a todos nós que assistiamos com alegria a tua boa disposição!



Sentimos muito a tua falta, minha linda bruxinha!

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Um mês já passou... :(

A três de Setembro partiste
Levando contigo a felicidade.
Deixaste em todos nós saudade,
E a vida alegre se fez assim...triste.

  

Amanhã, dia 3 de Outubro será celebrada missa do mês na Igreja da Nossa Senhora da Boavista ao Foco, pelas 19 horas.



sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Saudades da Princesa Cá...

Saudades da Princesa Cá e das suas invenções...

video

Fazes-nos muito falta!
Eras especial... eras única.... 

terça-feira, 11 de setembro de 2012

"Ausência" (Poema do Pai Paulo para a Cá)

AUSENCIA


Sinto a tua falta
Nas pequenas coisas que fazemos
Há sempre algo que me faz lembrar de ti.
O pormenor que inventavas na altura
Para dar mais côr à brincadeira
Qu estavamos a fazer,
O improviso da canção
Que te saía sem grande esforço.

A vida ao pé de ti
Tinha de ser diferente.
Tinha de ter aquela alegria,
Aquele sorriso especial         
Que em ti era tão natural.
O improviso que acontecia
Sempre que o Mundo se abria
À tua impresssionante magia.

Sinto falta de ti
Como se sente falta
Da água que nos mata a sede
Ou do pão que nos sacia a fome.
Sinto falta de ti
Como de um remédio miraculoso
Que nos cura aquela dor
No joelho que foi operado.


Foi um privilégio poder
Gozar todo este curto tempo
Da tua companhia,
Da tua maneira diferente de ser,
Do teu modo de estar no Mundo
Em que tantas vezes sofrendo
A tortura dos tratamentos
Soubeste sempre dar sentido
À vida de cada um de nós.

Lá onde estás agora
Vais conseguir com certeza
Inventar tudo aquilo
Que não houve tempo
De criar aqui junto de nós.
Vais conseguir atingir a perfeição
Do que já era perfeito.
Interpretar os teus teatros,
Cantar as tuas canções favoritas.

Lá onde quer que estejas
Sê MUITO FELIZ,
Goza cada momento
Como se não houvesse
Mais nenhum a seguir,
E não te esqueças de todos nós
Que aqui vamos chorando
Cada um à sua maneira
A dor da tua ausência,
Que não terá nunca fim.


Do teu Pai que te continua a amar muito




                        Algures no Gerês,
                        aos 8 de Setembro de 2012

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Em memória da nossa Princesa Carmen...

Hoje, dia 6 de Setembro, vai ser realizada uma missa em memória da nossa Princesa Carmen às 19h, na Igreja de Santa Maria de Avioso, no Castelo da Maia.


A missa de 7º Dia irá se realizar 2ª, dia 10 de Setembro, no Porto, às 19h na Igreja de Nossa Senhora da Boavista (Foco).


terça-feira, 4 de setembro de 2012

Princesa Cá... nos nossos corações para sempre!


A noite está escura
A lua está a brilhar
Será que o sol e a lua podem estar juntos
Para divertirem-se aos conjuntos?

O céu está a escurecer
A noite está a escurecer
Até lá o melhor é cantar para isto valer.

(versos originais da Carmen)


A nossa Princesa Cá está na Igreja da Nossa Senhora da Boavista, no Foco.
Vai ser realizado a cerimónia fúnebre hoje, dia 4 de Setembro, pelas 15h.

Agradecemos todo o vosso carinho.
 

domingo, 26 de agosto de 2012

26 de Agosto - Ainda no IPO...

Olá queridos amigos!
Desculpem a ausência de noticias mas continuo no IPO e nem sempre consigo vir ao blog dar notícias...

A febre finalmente desapareceu mas depois dela vieram as dores de barriga, as manchinhas na pele, o inchaço por causa da medicação que tomo... Tudo e mais alguma coisa que me faz ficar impaciente e com pouca vontade para brincar e para me divertir... 



Já sabiamos que o 2º Transplante não seria fácil e temos que ir vivendo um dia de cada vez, sempre com o pensamento na CURA!
Agradeço as vossas constantes palavras de carinho e amizade que deixam escrito aqui no Blog.

Beijinho muito grande

terça-feira, 14 de agosto de 2012

14 de Agosto - No IPO :(

Olá queridos amigos!
Pois é... o meu fim de semana não começou nada bem! :(


Estou desde sexta-feira internada no Ipo. Tenho uma febre malandreca, que vai e vem mas que teme em não desaparecer....

A paciência não é muita para estar enfiada num quarto 4x4...e por vezes só quero é dormir... mas temos que ACREDITAR que em breve estarei na minha alegre casinha!


Obrigada por estarem sempre por perto, com todo a vossa energia positiva :)

Beijinho e um xi apertadinho

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Bom Fim de Semana :)

Olá queridos amigos, 
Apresento-vos a minha nova amiguinha: a Pinky :)

Bom fim de semana amigos! ♥ Espero continuar a ver-vos por cá :)

segunda-feira, 9 de julho de 2012

9 de Julho - Aqui estou eu novamente :)


Olá amiguinhos! 

Desculpem não dar notícias mas neste momento tenho estado mais centrada na minha recuperação, para ficar BOA BOA BOA num instantinho :)



Agradeço todo o vosso carinho e apoio, e sempre que puder vou passando por aqui para vos mandar muitos beijinhos e xi-corações!


Beijinho grande da Cá

sábado, 9 de junho de 2012

Força PORTUGAL!

Já no nosso sofá, eu e a minha Mana, prontissimas para apoiar a nossa seleção!


Força PORTUGAL! :)


Beijinhos da Cá

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Regresso a Casa no Dia da Criança :)

A felicidade não se escreve.... Sente-se!

1 de Junho - A caminho da minha alegre casinha! E que seja de vez. 



Muittooos Beiiijoooss!

sexta-feira, 25 de maio de 2012

De volta ao IPO... :(

21 de Maio - De volta ao IPO... :(
Desde segunda feira que aqui estou... 
O meu cateter apanhou um bichinho e tive que o tirar, mas infelizmente o maroto passou para o meu sanguinho e agora tenho que aqui ficar mais uns dias para tomar o antibiotico e mandar o bicharoco embora de vez! 
Na foto estou sossegadinha, depois de vir do bloco onde retirei o meu cateter.
Obrigada por toda a vossa energia positiva que continuo a receber todos os dias!

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Finalmente em casa!!! :)

16 de Maio - Finalmente em casa!

Depois de 80 dias internada no IPO do Porto, o meu sorriso voltou! 



FELIZ...a caminho de casa!

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Continuar a corrente positiva!

Pois é, queridos amigos!
Um segundo transplante não é tarefa fácil!
Quero vos pedir que continuem a corrente positiva, para que sinta a vossa energia bem juntinho a mim e este mau bocado passe rapidamente!
 
 

Nós Acreditamos na CURA!

sexta-feira, 30 de março de 2012

Sejam DADORES DE MEDULA e deixem-se de tretas!!!

Tenho 7 anos e desde os 4 que conheço este hospital.
Desde a primeira vez, fiz tratamentos de quimioterapia, muitas vezes, tantas que nem sei.
Vivi grande parte destes anos num quarto 4x4 onde ao longe, consoante o quarto que me destinam, posso ver bem lá ao fundo um bocadinho de mar.
Outras vezes nem isso.

Da primeira vez, sempre que fui a casa, era como se tivesse que aproveitar o tempo todo duma assentada. O tempo que lá estava era curto, muito curto.

Depois de muitos meses, quase um ano, fiz um transplante. Um dador que nem sei o nome deu-me esperanças de vida.
Passei pela queda do cabelo, pelas dores de barriga, pelas febres, pelas diarreias, pela falta de apetite.
Dessa primeira vez, lembro-me que tive muitas aftas na língua.
Mesmo quando em alguns momentos a fome me vinha, não conseguia comer, tantas eram as dores que sentia.

O dia que voltei a casa foi duma alegria muito alegre, duma felicidade muito feliz, dum contentamento muito contente.
.
Aos poucos fui ganhando forças, mas nos entretantos, tive que ser internada: um bichinho no cateter que não me deixava descansada.

Consegui ainda assim, sempre com consultas periódicas, ter uma vida minimamente normal. Passei fins de semana fora de casa e até consegui estar de férias. Apesar de não poder ir à escola, tive uma professora que me ensinou as primeiras letras e os primeiros números. Brinquei com os meus amigos. 

Senti a minha alegria na alegria que via na família.

Quando nada o fazia prever, depois de um mais um ano em que tudo parecia seguir o melhor caminho, aqui estou eu de volta outra vez a repetir toda esta parte menos boa que já conhecia.

Felizmente as células malignas foram detectadas logo no inicio. Felizmente o meu dador inicial, tinha-me dado muitas células e muitas delas estavam ainda bem guardadinhas.
Assim voltei a fazer mais um transplante.
Mais quimioterapia, queda de cabelo, febres altas, comichões insuportáveis, o corpo inchado e a melancolia de querer voltar a casa.

Aprendi palavras e frases que a maioria dos meus amigos da mesma idade que eu, desconhecem: cateter, mielograma, tirar sangue, ver as tensões, seringas. Tenho-me tornado grande mesmo continuando pequenina.

Agora os valores de sangue estão bons, a medula começou a dar sinais de vida, mas a doença do hospedeiro, que apesar de eu não entender, é bom, deixou-me algumas mazelas no aparelho digestivo.
Isso quer dizer que está tão ferido que não consegue ‘mastigar’ a comida. Tive por isso enjoos e ‘gomitos’ e noites muito mal dormidas.
Tive que começar a comer por um saquinho. Eu até nem me chateio porque a vontade de comer não é nenhuma.

Tenho estado tristinha, sem conseguir inventar brincadeiras que me possam transportar para lados diferentes onde possa sentir um pouco de alegria. Deve ser por isso que durmo muito. Para ver se nos sonhos encontro uma portinha que me possa levar até casa, nem que seja só por um bocadinho.

Agora estou a começar a comer: primeiro só água de canja de galinha, depois um bocadinho de chá. Hoje um pouquinho de pão torrado e amanhã arroz e bifinho de frango grelhado. E eu que só me lembro das bolachas Maria….!!!

Sei que já estive mais longe. Sei que aos pouquinhos vou voltar a sentir-me melhor para poder voltar a casa.
Esse é o meu objectivo.  No caminho da CURA!

Tenho sete anos, feitos faz pouquinho e desde os quatro que conheço este hospital.
Por isso, aos que dizem que ser dador de medula dói, eu digo-lhes: vamos trocar? Eu troco com vocês e nem preciso pensar um pouquinho.
Sabem o que vos digo: SEJAM DADORES DE MEDULA E DEIXEM-SE DE TRETAS.
 
Beijos Grandes de Enormes da Cázinha

P.S. Apareço na Revista Lux desta semana :)

quarta-feira, 21 de março de 2012

Ainda no IPO...

Olá queridos amigos,
Ainda estou no IPO :(

Os últimos dias não têm sido fáceis... Por causa da quimioterapia e do tratamento que tive de ter para o transplante, o meu cabelinho começou a cair. Tive que o cortar, o que me deixou muito triste... Tive algumas febres mas já passou e os efeitos de alguns medicamentos deixam-me um pouco caidinha... 

Espero em breve poder ir para casa para que o meu sorriso volte rapidamente.

Deixo-vos um texto que a minha Tia C escreveu, que descreve um pouco o que tenho passado neste meu quarto 4x4... 

"Quando te olho Princesa e te vejo a passar por tudo outra vez, pergunto a alguns sábios que me elucidem.  

Quando te vejo Princesa, triste pela falta de cabelo e perguntas: mas o meu cabelo é mau? 

Quando gritas que queres desmaiar para não sentires as comichões impossíveis de suportar, quando não consegues dormir por duas noites seguidas. 

Quando te vejo a diarreia, e a falta de apetite, e as febres que não baixam.
Quando te sinto o corpo inchado que te distancia da coisa linda que és.  
Quando te olho Princesa e te vejo a passar por tudo isto outra vez, pergunto aos sábios que sabem coisas que não sei: Onde está a harmonia?

Vais passar mais este tropeção Princesa, porque a tua capacidade para ganhares forças, logo que as forças se aproximam é genuína e tua.

Mas como é que te explico que este mal estar e estas transformações, apesar de não parecerem, querem dizer que estás outra vez no Caminho da Cura?
Como te digo, porque sei, que vais encontrar e reconstruir uma vez mais a tua harmonia?

Das outras harmonias não me falem, ou então façam-me um favor: expliquem-me com desenhos, textos ou fotografias."
Beijinhos para vocês amigos

sexta-feira, 2 de março de 2012

2º Transplante de Medula Óssea

Nesta quarta-feira, realizei o meu segundo transplante com as células do meu dador. 
Está foto foi tirada após o mesmo, com a minha maninha Patrícia.
Continuo com o meu sorriso mágico. É mágico porque me ajuda sempre a ter força quando preciso. Mas por vezes fico tristinha por me ver enfiada novamente num quarto 4x4 sem ter liberdade para fazer o que bem me apetece. 
Mas com a vossa energia positiva, sei que vou ultrapassar mais este obstáculo e vencer de uma vez esta maldita doença.
NÓS ACREDITAMOS NA CURA. SEMPRE E SEMPRE E SEMPRE E SEMPRE!

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Volte Face... :(

Volte Face

A Princesa vai ser internada outra vez.
Sem que nada o desse a entender, a doença regressou.
Afinal a Princesa nunca esteve tão bem, tão bem disposta, tão feliz, a alimentar-se tão bem, a brincar com tanta energia.
Nas aulas que tem em casa é atenta, interessada, perguntadora.

Se não são os exames que faz com regularidade, estaríamos, incluindo o médico que a acompanha, a acreditar que estaríamos num mau sonho, e que amanhã acordávamos e  tudo estaria bem.
Mas não.
Voltamos a um limbo que ainda nem sabemos bem como lidar. Sentimo-nos num vácuo latejante.
A doença voltou, hipócrita, devagarinho, escondida, sem fazer alarido.


Voltam o cateter, os internamentos e a incógnita.
Sem certezas de nada a não ser a nossa força de continuarmos a acreditar na cura.

A nossa Princesa, como sempre, aborda mais este tropeção com a bravura que a nós, os supostos adultos, nos faz inveja.
 Uma vez mais, volta a ser ela a dar-nos forças, a ensinar-nos como fazemos das tripas coração.
Enquanto escondemos o desalento, ela presenteia-nos com uma dança, uma canção, uma gargalhada estridente.
Vamos vencer mais esta etapa.
Não poderia ser de outra maneira.


Injusto? Claro que sim. Mas mais injusto seria não Acreditarmos na Cura da nossa Princesa.




NÓS ACREDITAMOS NA CURA. SEMPRE!

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Dia dos Namorados! :)


Ontem foi Dia dos Namorados e como não podia deixar de ser, tive com o meu namorado a ler uma história e preparei uma mesa super romântica para o nosso almoço! 




Sou ou não sou uma excelente namorada? Hihi



Amiguinhos, espero também que tenham tido um dia muito especial com o vosso mais que tudo :)

Beijinho cheio de carinho da vossa amiga Cá

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

PARABÉNS A MIM!!! :)

Quem faz hoje anos, quem é???
EU EU EU :) Hihihi


Obrigada queridos amigos, por continuarem a fazer parte da minha vida e poder assim partilhar com vocês este meu dia especial :)  

Este número 7 também foi realizado com muito carinho por uma amiga especial :)
Beijinho muito grande para todos vocês e obrigada por continuarem por cá :)